Posts com tag “VIH”

Mais de dois milhões de adolescentes vivem com VIH e o número de mortes associadas à infeção nesta faixa etária aumentou 50% em sete anos, tendo diminuído 30% na população em geral, revela a Organização Mundial de Saúde (OMS).
De acordo com a OMS, a população entre os 10 e os 19 anos tem sido prejudicada pela falta de uma atenção específica no tratamento e prevenção do VIH/Sida. Esta “falta de um apoio efetivo e aceitável” para os adolescentes resultou num aumento de 50% no número de mortes associadas à sida naquela faixa etária entre 2005 e 2012, período no qual o número de mortes na população em geral diminuiu 30%.

Continue lendo »

Investigadores da Eastern Virginia Medical School desenvolveram um novo anel vaginal que funciona como contracetivo e protege contra os vírus da imunodeficiência humana 1 (VIH-1) e do herpes simplex vírus 2 (HSV-2), dá conta um estudo apresentado na reunião anual da associação americana de cientistas farmacêuticos.
Os dados dos ensaios pré-clínicos referem que esta nova tecnologia pode permanecer durante um máximo de 90 dias e liberta o anticontracetivo levonorgestrel e o antirretroviral tenofovir, que inibe a replicação dos vírus nas células suscetíveis.
Os cientistas da CONRAD em colaboração com os investigadores da Universidade de Northwestern, nos EUA, realizaram testes de libertação do fármaco, em coelhos e ovelhas, e compararam-nos com os níveis de fármacos atingidos com a utilização do gel tenofovir 1%.
O estudo apurou que os níveis de fármaco veiculados através do anel eram similares ou até maiores que aqueles obtidos através da utilização do gel tenofovir 1%, um produto que já mostrou ser eficaz na prevenção do VIH e do HSV nas mulheres. Foi também verificado que a libertação do agente contracetivo também foi consistente com os níveis testados e que se mostraram ser eficazes.
“O anel TFV/LNG é o primeiro dispositivo que foi testado em mulheres e que oferece um método anticontracetivo e de prevenção contra o VIH e o HSV. Até à data, o tenofovir é o único microbicida que provou ser eficaz na redução das infeções por VIH quando utilizado topicamente. É importante desenvolver vários mecanismos de libertação do fármaco para satisfazer as diferentes necessidades das mulheres”, referiu, em comunicado de imprensa, o líder do estudo Patrick Kiser.
“Os produtos só funcionam se forem utilizados. Ao ter um anel que pode permanecer no organismo 90 dias, temos esperança que o anel consiga promover uma maior aderência e consequentemente proporcionar uma maior proteção contra o VIH ao mesmo tempo que impede a gravidez”, conclui o investigador.
ALERT Life Sciences Computing, S.A.